Em decorrência do momento excepcional que o mundo todo vem enfrentando, com o advento do Covid-19, nunca se falou tanto em VPN. A necessidade de conectar de forma remota e ao mesmo tempo segura usuários em home office à rede corporativa virou algo trivial para os departamentos de TI.

Um outro grande desafio da TI é manter o controle sobre o que os usuários estão fazendo na web enquanto estão em home office. Afinal de contas, eles podem acessar sites indevidos, clicar em links fraudulentos ou caírem em outros tipos de engenharia social e, por estarem conectados à rede corporativa através de uma VPN, comprometer toda a estrutura de TI da organização.

Pensando em resolver as demandas deste cenário – o UserAuth-3.1.6 que acaba de ser lançado – ganha a funcionalidade de aplicar filtros de navegação web (bloqueando e auditando conexões HTTP/HTTPS), assim como, regras de firewall por grupos de usuários que estejam trabalhando remotamente (conectados por VPNs client-to-site).

Além do vídeo acima que mostra brevemente como usar a nova feature, você pode consultar o Manual On-line do Administrador do UserAuth para obter um passo-a-passo sobre como configura-la.

Sobre VPN:

O pfSense® é sem dúvida a solução open-source ideal para atuar como servidor VPN. Ele implementa protocolos de segurança e algoritmos de criptografia modernos, uma interface de administração bastante intuitiva e utilitários de exportação de clientes VPN (client-to-site) para os mais diversos sistemas operacionais (tanto para notebooks quanto smartphones).

Para saber mais sobre como implementar VPN client-to-site no pfSense®, consulte nosso post sobre o assunto ou entre em contato conosco para obter suporte especialista.

pfSense® é uma marca registrada da Electric Sheep Fencing, LLC